(Mário Quintana)

Google Custom Search



sexta-feira, 8 de junho de 2007

Saber Viver

© Walmir Lima
Cora Coralina

Saber Viver
"Não sei... se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos
O coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura
... Enquanto durar."

(Colaboração: Angela Ometto/Foto: Pedro Rubens)

Marcadores:


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

14 Comentários:

Blogger Ernesto Dias Jr. disse...

Amém. Amém.

8 de junho de 2007 04:11  
Blogger Udi disse...

Ave Cora Coralina.

8 de junho de 2007 09:14  
Anonymous Maria Helena disse...

"Ave Maria"Cora Coralina...
Sem comentários...
Abraços,
Maria Helena

8 de junho de 2007 09:23  
Blogger Anne M. Moor disse...

A Cora Coralina é pura sensibilidade e visão... Poema lindíssimo...

8 de junho de 2007 10:31  
Anonymous Lú. disse...

A simplicidade: estado de alma , estilo de vida, bússola orientadora, tão dífícil (e tão grandiosa )de conseguir, é sempre magistralmente expressa pela pureza de Cora Coralina.
Lú.

8 de junho de 2007 10:58  
Blogger Aline disse...

:) Que lindo, maravilhoso, sem comentários :) :) :) :) :)

8 de junho de 2007 19:22  
Blogger Jorge Lemos disse...

Wamir:
Aqui necessito do auxilio de Cervantes:

"Santa amizade que habitar imitas",
Cora, coral, Carolina

8 de junho de 2007 19:29  
Anonymous Angela disse...

Agora com um significado ainda maior!
Fotografia perfeita!

9 de junho de 2007 03:06  
Blogger Amanda Arthur disse...

E você, caro Wlamir, como discípulo fiel da petisa a tocar o coração das pessoas, dando todos os sentidos à vida.

10 de junho de 2007 09:57  
Blogger Walmir Lima disse...

Doce Amanda: O sentido da vida está em sentir os sentidos em todos os sentidos.

19 de junho de 2007 21:30  
Blogger Tecnenfermaginando disse...

e todo o resto fica pra trás
simplesmente
literalmente
:)

12 de fevereiro de 2009 19:05  
Blogger Walmir Lima disse...

Oi, Teresa

Re-li agora as matérias que publiquei sobre a Cora e, ao que parece, o fiz junto, enquanto você as lia.

Me emocionei às lágrimas com as duas matérias, de novo.

O "Casa de Pedra..." já li várias vezes e me leva às lágrimas todas as vezes.

Adoro Cora Coralina e sua alma simples de mulher forte. Me lembra muito minha mãe.

Obrigado por se interessar. Tua sensibilidade também resplande.

12 de fevereiro de 2009 21:02  
Anonymous Anônimo disse...

nossa esse poema "Saber viver" é muito lindo meu deus!

17 de dezembro de 2010 23:15  
Blogger Walmir Lima disse...

Oi, Anônimo(a)

Eu considero esse poema uma das obras primas, não só de Cora Coralina, mas, da humanidade.

Grato pela visita. Pena que não sei o seu nome.

Um abraço,

Walmir

18 de dezembro de 2010 10:49  


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

14 Comentários:

LINK => VOLTAR À PÁGINA PRINCIPAL