(Mário Quintana)

Google Custom Search



quinta-feira, 22 de novembro de 2007

A Vida... É Música

© Walmir Lima
A Vida... É Música

"Comprendi que a vida não é uma sonata

Que, para realizar sua beleza, tem que ser tocada até o fim.

Dei-me conta, ao contrário,

De que a vida é um álbum de minissonatas.


Cada momento de beleza vivido e amado,

Por efêmero que seja,

É uma experiência completa

Que está destinada à eternidade.

Um único momento de beleza e de amor justifica a vida inteira."



Inspirei-me em Rubem Alves para agradecer a alguém muito especial pelos bons momentos de vida que me proporcionou...

Valeram uma vida inteira, uma eternidade.

Marcadores:


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

18 Comentários:

Blogger Aline disse...

Espero que sua vida seja permeada, sempre,de todos os ritmos, só assim ela será muito bem vivida.
Vc é uma pessoa muito especial e muito querida.
Beijokas enormes no seu coração

22 de novembro de 2007 22:36  
Blogger Anne M. Moor disse...

A vida é feita de momentos e possibilidades...

23 de novembro de 2007 09:26  
Blogger ANA disse...

El arte de la música es el que más cercano se halla de las lágrimas y los recuerdos.
Oscar Wilde
Walmir, es cierto,
"Un único momento de belleza o de amor justifica la vida entera."
Un beso,
ana.

23 de novembro de 2007 17:31  
Blogger Jorge Lemos disse...

Acreditar... Sentir... Viver
e
não esquecer.

23 de novembro de 2007 18:15  
Blogger É! disse...

queria ouvir sons dos passarinhos e música boa a vida inteira...
às vezes tem barulho demais do lado de fora da janela...
Grande abraço, querido!!

23 de novembro de 2007 22:25  
Blogger Flavio Ferrari disse...

Foi bom para você também ?

24 de novembro de 2007 03:52  
Blogger Angela disse...

Poetas

Ai as almas dos poetas
Não as entende ninguém;
São almas de violetas
Que são poetas também.

Andam perdidas na vida,
Como as estrelas no ar;
Sentem o vento gemer
Ouvem as rosas chorar!

Só quem embala no peito
Dores amargas e secretas
É que em noites de luar
Pode entender os poetas

E eu que arrasto amarguras
Que nunca arrastou ninguém
Tenho alma pra sentir
A dos poetas também!

Florbela Espanca

24 de novembro de 2007 04:31  
Blogger Anne M. Moor disse...

Florbella Espanca sabe, como ninguém, traduzir os sentimentos nossos!!!!!!!!!!!! Obrigada Angela por achar este poema dela... Lindo!!! Saudades docê...

24 de novembro de 2007 08:35  
Blogger Walmir Lima disse...

Aline
Voltei a deixar que a música invada minha vida. Estou me dedicando mais a ela agora.
Nem que seja para ser apenas o Menestrel de mim mesmo.

24 de novembro de 2007 22:41  
Blogger Walmir Lima disse...

Anne
Todos os momentos são ricos de possibilidades. Nós é que não temos a clarividência para colhê-las na medida certa.

24 de novembro de 2007 22:43  
Blogger Walmir Lima disse...

Anna
El arte de la música es el que más nos embriaga el alma, pues que reúne un cóctel de dos fuertes pociones: la poesía y las notas.

24 de novembro de 2007 22:51  
Blogger Walmir Lima disse...

Érica
Sempre é possível escolher o que ouvir, e ouvir o que há de bom e bonito, como na música.
O pior é quanto damos ouvido ao barulho que vem de fora.
Procure sempre ouvir os cantos e as músicas que você tem dentro de si.

24 de novembro de 2007 22:55  
Blogger Walmir Lima disse...

Angela
A poesia maior não está em escrever poemas, está em entender (como você) a alma dos poetas e o que dizem seus cantos.
O teu exemplo de encontrar e relacionar com Florbella é um desses momentos.

24 de novembro de 2007 22:59  
Blogger Walmir Lima disse...

Jorge
Nunca se esquece o que vem dos sábios. Por isso nunca esqueço nossas conversas e teus ensinamentos.
Grato por me amar tanto.

24 de novembro de 2007 23:01  
Blogger Walmir Lima disse...

Flávio
ôoo, se foi.

24 de novembro de 2007 23:04  
Blogger Udi disse...

Lindo e maravilhosamente sicrônico!

Walmir, queria saber mais desse texto do Rubem Alves (que amo de paixão), é possível?

26 de novembro de 2007 12:31  
Anonymous Clarisse Milano disse...

Ficou a saudade, ficou o algo de alguém que não ficou, como presente divino da vida. O bom disso tudo é saber aproveitar as lembranças!
www.rapidaefuncional.blogger.com.br

26 de novembro de 2007 16:55  
Blogger Walmir Lima disse...

Udi,
Este texto é um trecho do livro 'Concerto Para Corpo e Alma", do Rubem Paiva.
Uma obra linda. Vale a pena ter e ler.

10 de dezembro de 2007 01:38  


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

18 Comentários:

LINK => VOLTAR À PÁGINA PRINCIPAL