(Mário Quintana)

Google Custom Search



sábado, 2 de agosto de 2008

Serei Todas...

© Walmir Lima

Esta postagem é uma homenagem muito especial, para que você tenha muita sorte em seus novos caminhos, na semana que começa.

. . . . .

Aos meus olhos, este poema de Nidia Yaggi é um dos textos mais simbólicos que já vi - uma verdadeira parábola de um amor sincero.

Haverá aqueles que, ao lê-lo, 'enxergarão' apenas o que vêem no papel, e entenderão que é apenas um canto à submissão feminina.

Puro engano.

Ele é todo símbolos... símbolos de um sentimento mais puro: o do Amor Infinito em toda sua entrega.

Para mim, ele é como um 'Voto de Amor e de Paixão' e, principalmente, uma afirmação - um código - de honestidade.

Acredito, sinceramente, que, embora escrito na voz feminina (já que foi criado por uma mulher), tem um conteúdo profundo que serve perfeitamente a qualquer um de nós, homens ou mulheres, e deveria ser recitado, mesmo que mentalmente, todos os dias, olhando nos olhos da pessoa eternamente amada...


SEREI TODAS

No dia em que tu quiseres
ser meu senhor e meu rei,
serei todas as mulheres
na mulher que te darei.

No dia em que tu quiseres
o meu amor, meu carinho,
não farei com que me esperes,
seguirei no teu caminho.

Poderás ter tudo, enfim,
ser meu senhor e meu rei...
Não pertenço mais a mim,
sou tua e sempre serei.

Se dúvidas tu tiveres,
te afirmo de coração:
Serei todas as mulheres
cheia de amor e paixão.

Serei tua companheira
e por todas te amarei,
sempre, sempre... a vida inteira
na mulher que te darei.
Nidia Yaggi




(Imagem: óleo sobre tela "Endless Love" de Gun Derhammer, the Netherlands)

Marcadores:


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

28 Comentários:

Anonymous Clarisse disse...

não sabia o q responder no post do meu blog, vou postar estas belissimas palavras lá tb! bj.

2 de agosto de 2008 09:57  
Blogger A.Tapadinhas disse...

Não podia estar mais de acordo: é muito belo e é um hino que pode ser lido no masculino...
Abraço.
António

2 de agosto de 2008 14:08  
Blogger Walmir Lima disse...

Clarisse,
Estarei lá com prazer.
bjo

2 de agosto de 2008 16:32  
Blogger Walmir Lima disse...

António,
De acordo, amigo.
Quem é homem de verdade sabe do que falamos.
Um abraço de Sagitário para Sagitário.

2 de agosto de 2008 16:35  
Blogger Walmir Lima disse...

Clarisse,
Que maravilha de postagem ("Casca Desnuda") você fez. E que imagem incrível você encontrou!

Recomendo aos amigos que visitem o "Clarisse Milano - Rápida e Funcional": http://rapidaefuncional.blogger.com.br/

Te leio sempre.
Um beijo, Walmir

2 de agosto de 2008 16:46  
Blogger Nídia disse...

É belíssimo! Obrigada!

Obrigada por me "receber". Deixo um pensamento da queridíssima Cecília Meirelles, um aprendizado sobre como conservar o sorriso, a despeito de tudo que dói:

"Aprendi com as Primaveras a me deixar cortar para poder voltar sempre inteira."

Bjão da Nini

2 de agosto de 2008 18:35  
Blogger Walmir Lima disse...

Oi, Nidia

Que bom que você veio.

Você é muito bem-vinda a esse meu 'cantinho', na verdade, minha janela do pensamento - onde revelo minhas angústias, meus lamentos, mas, principalmente, meu amor e meu credo pela vida e pelas pessoas, além das minhas teimosas buscas e imorredouras esperanças no encontro com a felicidade.

Aconchegue-se ao 'O Centauro' e a essa Blogaldeia a que ele pertence, como bom Bloguenígena que é.

Um beijão

2 de agosto de 2008 21:03  
Blogger Nídia disse...

Gracias, compadre!

3 de agosto de 2008 03:49  
Blogger Jorge Lemos disse...

Como responder a uma promessa duradoura?

E assim nos completamos
Versos que sempre farei
Ao provar que nos amamos
Eterno feliz eu serei.

Grande Walmir.
Você voltou com a corda toda.
Ótimo amigo.

3 de agosto de 2008 10:21  
Blogger Walmir Lima disse...

Jorge, amigo,
Você, mestre da arte, sabe o que é um voto de amor eterno, pois sei que o 'recita' diariamente, há cinquenta anos, me entende e entende, melhor do que ninguém, o eu estou falando.

3 de agosto de 2008 17:15  
Blogger zuleica-poesia disse...

Que bom te encontrar. Que belo o quadro e que deliciosa a poesia. É a adolescente-mulher que todas somos. Que bom amar! Abraços=

4 de agosto de 2008 11:04  
Blogger Suzana disse...

Quem, de nós, já não passou ou passa por esse momento/sentimento?!
Bom te ler.
Sinto sua falta no Poetica sem Métrica.

bjs sagitarianos

4 de agosto de 2008 12:09  
Anonymous Maria Helena Trevisan disse...

Querido Walmir,

Lindo poema. Belíssima reflexão. Adorei. Que bom existirem homens no mundo com essa sensibilidade, como você.
Parabéns pela escolha da obra!
Beijos,
Maria Helena.

4 de agosto de 2008 17:05  
Blogger ana disse...

Querido Walmir,
¿Cómo ser todos, cómo ser cada una de las mujeres o cada uno de los hombres que puedas imaginar?,
para llegar a cada uno de los rincones del alma y colmar a quien se ama. Es algo que creo que es imposible! pero por eso mismo, en esas diferencias, en esos deseos también hay terrenos nuevos por descubrir en cada uno de nosotros.
Contenemos multitudes!

Un beso Gauche,
ana

4 de agosto de 2008 19:14  
Blogger ana disse...

Cómo sigues?
ana

4 de agosto de 2008 19:15  
Blogger Walmir Lima disse...

Zuleica,
Este sentimento adolescente-mulher, adolescente-homem é o que nos impulsiona e justifica cada segundo salutar e bem vivido nas mentes de pessoas experientes e de mente aberta como você.
Mente é que nem pára-quedas - só funciona se for aberta.

6 de agosto de 2008 00:24  
Blogger Walmir Lima disse...

Suzana,
Estou voltando aos poucos, mas já vi coisas lindas no teu 'Poética sem Métrica'. E tenho recomendado por gostar do vi nele. e o visual ficou lindo.
Certamente voltarei às postagens para comentar.
Um bjo

6 de agosto de 2008 00:28  
Blogger Walmir Lima disse...

Maria Helena,
Não há como não se deixar tocar pelo texto que Nidia me enviou.
É mesmo uma belíssima reflexão num mundo em que a entrega, geradora de felicidade, tem que romper barreiras de preconceitos, receios e precauções impostos pelo contexto e pelo ambiente hostil e traiçoeiro à nossa volta.
O convívio e as relações homem-mulher seria outro (muito melhor) se cada um praticasse o que o poema de Nidia nos desnuda e simplifica.
Bjo

6 de agosto de 2008 00:37  
Blogger Walmir Lima disse...

Ana, cariño
Sigo bien, gracias, mejorando a cada día.
Estoy de acuerdo cuando dices que deberíamos llegar a cada uno de los rincones del alma y colmar a quien se ama. No es fácil, lo sé, todavía, como yo lo decía, aparte de las dudas, habemos que tentar, tentar, y buscar comprender las palabras de Nidia, en este poema, con la miente abierta e sin prejuicios ni rechazos... y amar, y amar... siempre.

Un beso del 'gauche' para el otro.
Walmir

6 de agosto de 2008 01:05  
Blogger Flavio Ferrari disse...

A posse, ah... a posse ... desejo torturante ...

6 de agosto de 2008 23:41  
Blogger Walmir Lima disse...

Flávio,
A paixão da entrega, ou a entrega com paixão?
Nem tortura, nem posse... é a entrega com desejo que nos preenche.

7 de agosto de 2008 01:27  
Blogger Gaby disse...

Walmir,
É impossível conseguir admirar todo o seu blog em apenas uma noite, creio que passarei noites e noites me maravilhando com suas doces palavras...
Juro que não ri ao vê-lo cantar BLUE MOON, apenas sorri...Sorri encantada com a suavidade e delicadeza com as quais você a interpretou...palmas para você, definitivamente, uma pessoa especial!
Não vou prolongar meu primeiro post pois, com certeza, muitos ainda escreverei...por hora, apenas registro aqui a prazerosa sensação que me tomou nesta primeira visita.
Até breve...
Um abraço bastante carinhoso
Gabi (blockbuster)

9 de agosto de 2008 03:34  
Blogger Anne M. Moor disse...

Ser todas ou todos e ser nenhuma ou nenhum...
Abração
Anne

9 de agosto de 2008 08:42  
Blogger Walmir Lima disse...

Olá, Gaby

Quanta honra!
Tome o tempo que quizer, tome o tempo que precisar.
Tuas visitas e teus comentários serão sempre bem-vindos, sensíveis e de muito bom gosto, já sei, como todas as tuas boas indicações de filmes, que sempre me agradam e combinam com a minha preferência.
Um abração

11 de agosto de 2008 00:50  
Blogger Walmir Lima disse...

Anne,
Tudo é uma questão de saber amar e se entregar à pessoa certa, por mais errada que ela seja.

11 de agosto de 2008 00:54  
Blogger Anne M. Moor disse...

Na mosssssssssssssssca...

11 de agosto de 2008 09:28  
Blogger Ernesto Dias Jr. disse...

Tens razão. Pode ser transposto para o masculino sem perna nem ganho.

13 de agosto de 2008 11:27  
Blogger Gaby disse...

A honra é minha em poder contar com sua amizade, seu carinho e seu apoio!
Obrigada! Esses dias teriam sido mais difíceis se não fosse a presença de pessoas especiais como você...
Continuo aqui, admirando seu blog...rs
Um abraço bastante carinhoso, de um coração confortado também pelo seu apoio...

16 de agosto de 2008 01:53  


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

28 Comentários:

LINK => VOLTAR À PÁGINA PRINCIPAL