(Mário Quintana)

Google Custom Search



segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Abscondit

© Walmir Lima

Abscondit

Eu era um pedaço daqueles que não tinham conseguido.
Era um pedaço daqueles que não tinham nada.
Mas, o amadurecimento descortina o verdadeiro sentido Vida
E do muito que já foi conseguido.

Descobrindo pequenas coisas que fazem e constroem a Vida,

Descobrindo como uma Flor de Lotus pode ser o símbolo
Da elevação do espírito, da luz, da meditação, da pureza
E da imortalidade,

Como uma Mandala, pode ser a representação simbólica
Do núcleo do psiquismo humano,
Sendo usado como instrumento
De meditação e busca da paz interior.

Existem três pessoas distintas dentro de nós...

A pessoa que gostaríamos de ser,
A que pensamos ser,
E a que somos.

As duas primeiras são familiares,

A última...

É totalmente desconhecida...

Marcadores:


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

10 Comentários:

Blogger A.Tapadinhas disse...

A pessoa que gostaríamos de ser
- muda a cada instante.
A que pensamos ser
- muda com a aquisição de conhecimentos.
E a que somos
- é imutável: está inscrita nos genes.
Walmir, nem eu não sei se estou de acordo com o que escrevi: saiu assim...
Abraço.
António

13 de outubro de 2008 18:42  
Blogger Flavio Ferrari disse...

Barbudo, compenetrado, falando sobre mandalas e o eu interior ...
Andou lendo Paulo Coelho ?
------
Estou com saudades. Quando é que vais voltar à vida social ?

14 de outubro de 2008 00:01  
Blogger hectorlima disse...

leva a vida inteira, mas "nosce te ipsum".

abração, pai! saudades dessa bela cara barbuda!

14 de outubro de 2008 01:54  
Blogger ana disse...

Querido Walmir,

Y al final, ¿no somos un poco de las tres, un compendio de las tres?
y ninguna por entero, en ocasiones quien nos gustaría ser, otras veces lo que somos realmente, y otras intentamos parecernos a los que admiramos y nos gustaría ser, pero siempre un compendio de las tres, como dice Antonio, cambiante como el cielo,

Un beso gauche,
ana

14 de outubro de 2008 03:01  
Blogger Anne M. Moor disse...

Sabes Walmir...
Esta semana que passou, a pergunta "Who are you?" foi uma constante entre amigos de infância que nao se viam há mais de 50 anos... O que se passou ao longo desta semana (vide Life... Living...) mostra que nao sabemos quem somos nao... Surpresas sempre!!!
Abraçao

14 de outubro de 2008 10:09  
Anonymous Maria Helena Trevisan disse...

Querido Walmir,

Que bom a última pessoa ser totalmente desconhecida...isso faz da vida um eterno se descobrir, crescer...se surpreender...cair e se levantar... machucar e mas se cuidar...
Você tem se cuidado e enxergado muito... Parabéns!!!
Beijos!

14 de outubro de 2008 13:57  
Blogger Jorge Lemos disse...

Curioso é que somos a eterna busca.
Abraços

15 de outubro de 2008 11:51  
Blogger Ti disse...

Passei por aqui só para reclamar que não o vejo mais!!

Quando vai participar do próximo chopp?

Beijos

15 de outubro de 2008 20:58  
Blogger Suzana disse...

Ai é que está a graça:
- E a que somos?...
Um constante conhecer, reconhecer,crescer e viver,sempre.

bjs

16 de outubro de 2008 00:33  
Blogger São disse...

Nem a vida toda dá para nos conhecermos por inteiro, acho.
Bom fim de semana.

17 de outubro de 2008 13:36  


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

10 Comentários:

LINK => VOLTAR À PÁGINA PRINCIPAL