(Mário Quintana)

Google Custom Search



segunda-feira, 23 de julho de 2007

Tribuna do Centauro I - A 'Caixinha' Preta

© Walmir Lima
Tribuna do Centauro


Quando foi montado, o propósito básico do O Centauro era divulgar a Arte, principalmente a Arte Literária, com ênfase na Poesia.

Só que, tendo um Blog nas mãos, e um mínimo de consciência, não dá pra ficar calado diante de tanta bandalheira.

Assim, nasce aqui, agora, a coluna chamada 'A Tribuna do Centauro' - uma 'Boca Maldita' paulistana - pra falar, quando der na telha, o que está entalado - fazer a minha parte. Veja...


A "Caixinha" Preta


Não é preciso ter ‘QI’ de gênio para perceber as intenções por detrás das últimas anunciadas medidas do governo relacionadas ao caos aéreo. Na verdade e no fundo, foi criada, isto sim, apenas mais uma "caixinha" arrecadatória - uma 'caixinha' preta, se me desculpam o trocadilho.

Qualquer cidadão comum, com um mínimo de bom senso já percebia o enorme risco que todos corriam com a evolução dos acontecimentos nos aeroportos brasileiros, e, principalmente no aeroporto de Congonhas, pondo em risco a vida de milhões de paulistanos que vivem no seu entorno.

O Ernesto, mesmo, já "previra", em Fevereiro passado, o que se viveu nos últimos dias. Nada para se vangloriar. Sei que não é essa a intenção. Mas era tão óbvio...

Como é óbvio, também, o que eles queriam era isso mesmo: um motivo a mais para criar mais uma "torneirinha" para sangrar os cofres públicos - mesmo que às custas do risco de preciosas vidas humanas.

No meio das diversas ações pífias anunciadas está a brilhante decisão de se construir um novo aeroporto para São Paulo. Dá pra imaginar o tamanho da verba a ser destinada!

Ora, não é preciso ser um profundo conhecedor, nem técnico, para perceber que, com verba muito menor se poderá adaptar o grande aeroporto de Viracopos, que fica na região de Campinas, a menos de uma hora da cidade de São Paulo, por rodovia (aliás, duas rodovias: a Anhangüera e a expressa Bandeirantes, fora a grande malha viária secundária).

Basta se implantar, muito rapidamente, um sistema de transporte coletivo, expresso e confortável para um trecho tão curto, a partir de Viracopos, levando-se quase o mesmo tempo que se faz hoje entre Guarulhos e São Paulo (Rodoviária, Metrô-Centro e Congonhas).

Aliás, até hoje não entendi bem porque Viracopos foi tão relegado a um segundo plano, todos esses anos.

Fora o fato, a se considerar, de que, grande parte dos atuais usuários de Congonhas é composta de pessoas oriundas da região de influência de Campinas, a mais industrializada e desenvolvida do Estado e que encerra dezenas de municípios e milhões de habitantes. Beneficiários que, com isso, levariam tempo igual ou menor para partir ou chegar a suas origens.

Isso tudo, juntamente com o remanejamento de parte dos vôos com aviões menores para os aeroportos de Campo de Marte e Jundiaí (este, a apenas trinta minutos de São Paulo), se poderia desviar, então, para Viracopos, parte dos vôos operados com aviões maiores.

Essas medidas visariam diminuir e ajustar a grade de vôos que hoje satura o aeroporto e os ouvidos dos infelizes moradores, tirando seu sono e merecido descanso.

Com isso, também, se reduzirá, até como conseqüência, o fluxo do, já caótico, tráfego urbano no entorno de Congonhas e, principalmente, se diminuirá, estatisticamente, (por via de probabilidade) o risco de acidentes aéreos na grande zona urbana da capital paulista, em meio à qual o velho aeroporto está situado.

Que raios de pressões por interesses político-econômicos não permitem que soluções simples como essas, ou parecidas a essas, sejam implantadas?

Que pressões são essas que levam um imbecil tecnocrata do governo vir a público e dizer, contrariando a opinião dos comandantes e co-pilotos, que as ranhuras (chamadas de 'Grooving') não são importantes em aeroporto de pista tão curta e sujeita a chuvas como a de Congonhas?

É algo tão óbvio e primário, que é mais um acinte desrespeito à nossa inteligência e cidadania.

O Jorge Lemos disse, em comentário, na mesma matéria do Assertiva: "Vaia é pouco para estas inutilidades reinantes".
E eu, Walmir, digo ao nosso povo:

"Não desista de votar, pois, além de nosso direito é nosso dever de cidadão, mas, pense muito melhor na próxima vez".


Por pertinente, transcrevo abaixo os comentários que fiz hoje lá na matéria "Ô Boca...", no Assertiva:

A ganância, a estupidez e a indecência dessa corja é tamanha que, numa área tão sensível e importante, substituem técnicos formados por sindicalistas vagabundos e incompetentes. Se dão o 'direito' de culpar os poucos e verdadeiros profissionais restantes por sua revolta ou pelos acontecimentos funestos, e ainda tripudiam com nossa inteligência e respeito com frases e gestos debochados e obscenos. Até quando nosso povo vai votar e re-eleger esse bando?
Praticam o chamado 'cabide-de-emprego' tão criticado por esses mesmos políticos de sindicato, em palanque, sob fortes aplausos do povo, pobre de espírito, faminto e explorado. Povo que sobrevive com um reles 'Bolsa Família' e 'otras cositas mas', quando, na verdade deveria ter um emprego digno, pra ganhar seu sustento, legítima e honestamente, com seu suor e trabalho...
"
Comentário de Walmir Lima, em 23 Julho, 2007

(veja também a matéria "Ô Boca...", de hoje, lá no Assertiva)

(Imagem 1: Ares - Imagem 2: web)


Marcadores: ,


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

16 Comentários:

Blogger Jorge Lemos disse...

Louvo-o Walmir
Se me permitir tambem assino
abaixo.

23 de julho de 2007 20:17  
Blogger Anne M. Moor disse...

Quem sabe se mais pessoas começam a 'gritar' sobre todas as mazelas não consigamos mexer com quem quer que seja e possamos parar de ouvir de gente esclarecida que votou em a, b ou c POR SARRO, como eu já tive que ouvir diversas vezes. Uma coisa é ter uma opinião diferente da minha e votar diferentemente (isso é sadio... Afinal, eu posso estar errada, como seguidamente estou...), mas não ter opinião e votar POR SARRO é crime.

23 de julho de 2007 21:14  
Blogger Ernesto Dias Jr. disse...

A gente corre o risco de parecer chato, Walmir, quando publica um trombonada. Eu também gostaria de reservar o Assertiva apenas para crônicas, poesia, humor, memórias.
Mas não dá.
Quanto ao tema, aguardem: JÁ existem "militantes" e puxa-sacos outros freneticamente à busca de vantagens com essa estória de aeroporto novo. Não ficaria admirado se, depois de tudo desapripriadinho, as obras parassem.
O lobby indecente dos libertadores da pátria socialista já começou.

23 de julho de 2007 22:51  
Blogger Walmir Lima disse...

PULHAS!!!

23 de julho de 2007 23:07  
Blogger Flavio Ferrari disse...

Sigo espantado com tanta indignação com esse acidente em particular ...

24 de julho de 2007 00:06  
Blogger Walmir Lima disse...

Flávio, O problema é que tudo nele era evidente e previsível: o acidente em si, a inépcia das autoridades, a insuficiência e ineficiência das obras na pista e a má intenção, escamoteada e escondendo o desejo ávido de se construir um novo aeroporto (com interesses excusos e à custa de vidas humanas). E é bem provável que a única punida será a memória dos pilotos. Indefesos durante e, agora, depois do acidente.

24 de julho de 2007 01:19  
Blogger Anne M. Moor disse...

Flávio: A minha indignação (com o perigo de alguém me jogar ovo poder) não é (só) pelo acidente. Estou indignada e esperneando há muitos anos, em especial, pelo sistema educacional - pq é minha área - e continuo trabalhando quieta (feito formiguinha) para tentar fazer alguma coisa para melhorar a vida dos 'pilotos' da sala de aula que abandonados foram pelo sistema e pela sociedade, para some day, não ter que ver crianças e adolescentes MORRENDO de tédio na sala de aula (no mínimo 11 anos de suas vidas) e comecem a ver como é delirante APRENDER!! E muito mais importante, ver os professores terem sua dignidade reencontrada.

24 de julho de 2007 08:54  
Blogger Walmir Lima disse...

Muito relevante também seu comentário, Anne.
São exatamente essas mesmas 'inutilidades reinantes' as que também relegam a vigésimo plano esse importantíssimo tema: o da Educação (para mim, prioritário).

24 de julho de 2007 13:05  
Blogger Walmir Lima disse...

Mas, a EDUCAÇÃO, absolutamente, não interessa a nenhum governante brasileiro pois, do contrário, eles não estariam onde estão.

24 de julho de 2007 20:21  
Blogger Flavio Ferrari disse...

Os militares destruiram o sistema educacional brasileiro porque lhes interessava naquele momento histórico.
Quem veio depois aproveitou.
Dá para eleger qualquer um nesse país.

26 de julho de 2007 02:09  
Blogger É! disse...

Walmir/Flavio,

o "Imagine-Transformar" já existia antes do acidente, mas eu e minha e parceira de protestos, Ju, nos espantamos pela falta de paciência que as pessoas têm de frequentar um "blog político" - como o batizamos... Será que a gente tá lá falando muita besteira???
O espaço continua lá, para vcs também botarem a boca no trombone!
Apareçam!!!
www.imagine-transformar.blogspot.com

27 de julho de 2007 08:26  
Blogger É! disse...

Walmir!!!
Não tinha visto vc passar por lá!!!!
oooooooooops!!!!
eba!!! vamos movimentar esse negócio!!!

27 de julho de 2007 08:34  
Blogger Walmir Lima disse...

Érika: Pois é. Estive, sim no 'A Gente Pode Mudar a Realidade' (Imagine-Transformar) e acho que o caminho é por aí mesmo.
É preciso fazer algo, nem que seja só abrir nossa boca e começar a ajudar a conscientizar, a partir do nosso pequeno núcleo.
Afinal, não somos imbecis nem 'amebas', como querem tantos.

27 de julho de 2007 10:44  
Anonymous Mariana(sobrinha) disse...

Achei muito triste..
pessoas que querem viajar.. pra encontrar familias ou passear...
por falta de responsabilidade dos governantes pessoas morrem por falta de segurança...


gostei muito da carta.. mais achei triste...


beijos!!! mariana... jô e Valdir..


tio minha mae pediu também para q o senhor mandasse as fotos do casamento..(todas)..
ela deseja fazer um álbum...

o irmão dela, o marcelo até mandou coloco em cd mas, ela queria ter fotos diferentes....

estamos indo pro sitio...
convidamos o Walkirio mais recusou o convite.... bjos da sua sobrinha que te ama muito e q Deus abenço o senhor e a nós... te adoramos..
bjos mariana

3 de agosto de 2007 11:11  
Anonymous Estephania Lemos disse...

Walmir,
A minha indignação começou no dia da posse do presidente, quando sua "digníssima" esposa levou seu cabeleireiro para retocar seu cabelinho. A patir daí só vimos: incompetência e desculpas esfarrapadas, como se todos nós fossemos burros. Eu hein?.....

5 de agosto de 2007 17:23  
Anonymous Thiago Lima disse...

É minha cara Estephenia Lemos que um dia terei o imenso prazer de conhecê-los vc e o Jorge, se me permite a palavra também senti algo estranho naquele dia, quando o carro luxuoso, porém antigo dos presidentes, não conseguiu subir a rampa da garagem do palácio, para levar o presidente eleito Lula (1ª eleição), não sabia do ocorrido com o cabeleireiro, mas prenunciava a incompetência a se seguir. Bom só temos uma coisa a fazer, alias DUAS... Fazer e fazer... Um desses dias aqui em santos, acordei as 05h30min da manhã com um barulho muito estranho, ao me deparar com a janela de casa q da pra rua e tendo a visão privilegiada por estar em um sobrado, vejo dois rapazes de moto, infelizmente com capacete na cabeça, roubando um banca de jornal, de uma moça trabalhadora, que ainda paga as mensalidades do local e o pior, pega as revistas em consignação, fui direto ligando para policia q nada mais nada menos, chegou as 08h30min da manhã, 3 horas depois, onde provavelmente os ladrões já deveriam ter lido tudo q levaram (brincadeira), pois é... É assim nosso Brasil, mas continuarei ligando e votando, tentando acertar, mesmo errando! Bjo a todos...

14 de agosto de 2007 18:16  


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

16 Comentários:

LINK => VOLTAR À PÁGINA PRINCIPAL