(Mário Quintana)

Google Custom Search



quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Jorge Lemos - Good Old Days

© Walmir Lima
Jorge Lemos nos bons e velhos tempos do jornalismo


O cartunista, ilustrador e acadêmico Luiz Gustavo Paffaro fez uma justa homenagem em seu 'fotolog' ao querido escritor e acadêmico Jorge Lemos.

Passe por lá e deixe seu recado.

Você vai gostar da homenagem, da caricatura e de conhecer o trabalho desse grande cartunista.

O endereço é www.fotolog.terra.com.br/paffaro:67

Marcadores: ,


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

28 Comentários:

Blogger Anne M. Moor disse...

Chiiiiiiiiiiiiii... Vamos começar uma série - 20 years ago - :-) Nostálgico vc ehm??? A caricatura do Jorge está genial.

29 de novembro de 2007 08:33  
Blogger Walmir Lima disse...

Quem quiser conhecer um pouco mais sobre nosso amigo, escritor e brilhante intelectual, Jorge Lemos, poderá ler matéria que publiquei sobre um de seus mais significativos livros chamado 'Meu Amargo Rio Doce' , acessando: http://ocentauro.blogspot.com/2007/03/jorge-lemos-rio-doce.html, onde também descrevi uma breve biografia do Jorge.

Para conhecer e se emocionar com a maravilhosa obra desse escritor, os interessados poderão visitar seu Blog, "Sombras e Fragmentos", www.jlemos.blogspot.com.

E, Boa leitura!

29 de novembro de 2007 10:05  
Blogger Jorge Lemos disse...

Walmir
Você foi desenterrar aquela foto?
Puts eu já fui moço e não sabia!
Você meu amigão simboliza o carater ideal que todo homem deveria possuir: leal, solidário,compassivo, justo, eqüaneme, sensivel, respeitador, disciplinado e pau prá toda obra!
Sua sensibilidade e inteligência transpõe os muros da normalidade.
Tenho por você, pelo Ernesto, pelo Paffaro, pelo Prícipe, pelo Norberto Comune, pelo Vittorio, pelo Claudio Duque, pelo Zechin,
aquele respeito profundo que dá ao homem o verdadeiro sentido de vida.

29 de novembro de 2007 10:35  
Blogger ANA disse...

Pues quise conocer un poco más, y me gustó.
Así que he hecho mi pequeño homenaje a Jorge tambien en mi blog,
Se nota que le quieres mucho. Eso es muy bonito y me ha impactado lo unidas que pueden estar vuestras vidas, amor mutuo.
Un abrazo,
ana

29 de novembro de 2007 11:05  
Blogger Anne M. Moor disse...

Ana: Amistad y amor como el que presencié entre Walmir, Jorge e Ernesto és algo tan raro e tan lindo que nunca lo habia visto antes. Son 3 personas sensacionales!

29 de novembro de 2007 20:43  
Blogger Anne M. Moor disse...

Jorge e Walmir: O livro é sensacional... Acho que vou ler de novo... :-) Jorge, te conheço um pouco mais depois de ter lido os livros que me deste, meu amigão!!

29 de novembro de 2007 20:44  
Blogger Walmir Lima disse...

Gracias Ana y Anne
Amar a Jorge es una unanimidad.

29 de novembro de 2007 23:57  
Blogger Walmir Lima disse...

Querido Jorge,
Segues moço, jovem e carinhoso como sempre.
Reverenciar tua obra é, entre outras coisas, um dever de gratidão pelo muito que ela contribui para o crescimento sensitivo, cultural e intelectual de quem a lê.

30 de novembro de 2007 00:01  
Blogger Walmir Lima disse...

Tua obra tem a beleza que, essa sim, deve ser considerada como fundamental.

30 de novembro de 2007 00:16  
Blogger Jorge Lemos disse...

Meus amigos:
chego aos 80 com coração necessitando reparos. Emoção sobre emoção ele não resiste. Esforço-me
por merecer a amizade de tods.
Grato mil vezes pelo carinho.

30 de novembro de 2007 11:54  
Blogger Flavio Ferrari disse...

Desde as mais priscas eras
A proverbial picardia
Hoje presente na fera
Mesmo lá se reconhecia

ps- muito honrado por ser incluido na lista

2 de dezembro de 2007 22:21  
Blogger Udi disse...

Uau! A audiência feminina deste blog deve ter aumentado muito com as recentes fotos aqui publicadas.

... e a caricatura é bem bacana! Bela homenagem!

2 de dezembro de 2007 23:18  
Blogger A.Tapadinhas disse...

Quase não me atrevia a deixar um comentário... Quero parabenizar quem fez a homenagem e, principalmente, o homenageado...
António

3 de dezembro de 2007 08:34  
Blogger zuleica-poesia disse...

Que grande amigo, Walmir. Publicar a foto do Jorge como galã (com todo respeito)! Também gostei da caricatura (olhar amistoso!).

3 de dezembro de 2007 10:50  
Anonymous pindobinha disse...

Bem Walmir, como pode perceber a idade fez muiito bem ao meu pai. Fala sério, ele está mais gatão agora, não é?
beijokas pra vc no coração

3 de dezembro de 2007 22:13  
Blogger Walmir Lima disse...

Udi, quietinha mas sempre muito perceptiva e perspicaz.

4 de dezembro de 2007 01:11  
Blogger Walmir Lima disse...

Amigo António,
Não há porque e, tampouco, atrevimento. Sua presença e comentários são muito queridos e só nos alegram.
Você já é de casa!

4 de dezembro de 2007 01:14  
Blogger Walmir Lima disse...

Zuleica, que bom tê-la por aqui.
O Jorge segue merecendo toda admiração, não é?
E isso vem de muitos anos. Só que hoje temos os Blogs como veículos da nossa manifestação sincera.
Um abraço.

4 de dezembro de 2007 01:18  
Blogger Walmir Lima disse...

Aline,
E nessa foto do perfil ficou com a cara do Alec Guiness, que em Star Wars interpretou Obi-Wan Kenobi, o grande sábio dos Jedi.
Tem tudo a ver com os sábios!

4 de dezembro de 2007 01:24  
Blogger Ernesto Dias Jr. disse...

Me lembrou Roberto Carlos:
Cabelo na testa,
Sou o dono da festa...

Essa é uma foto do Jorge na era pré-Amelinha. Velha pra xuxu, né, Jorge?

4 de dezembro de 2007 09:31  
Blogger Jorge Lemos disse...

Ernesto: não existe outra melhor que a Amelinha; consia bascava longe imagens inesquecíveis; postura clássica das grandes revelações; companheira que dividia
entre nós dois o registro do tempo, não nos traia nunca mesmo tendo só você como senhora.
Hoje me curvo a uma eletrônica
e guardo, para o futuro a Konica,
que consegui retirar do "prego"
(Caixa de Penhores) e a guardar como companheira de um tempo que o cabelo na testa nos dava o sabor de donos da festa.
Abraço amigo!

4 de dezembro de 2007 10:22  
Anonymous pindobinha disse...

Walmir, ele tem uma caixa mágica cheia destas. A caixa está no armário da sala de estar na última porta, a caixa é dourada e lá encontrara muitas, assim, do arco da velha é só pedir...
beijokas no coração

4 de dezembro de 2007 22:04  
Anonymous Anônimo disse...

Queridos Jorge e Walmir,

Essas sessões nostalgias estão aquecendo esse Blog..rs! Parabéns à vcs.

Stefania, querida, continue sempre cuidando com muito carinho do Jorge! Continua, com todo carinho e respeito, gatão e... com alma lindíssima, como todos vcs!

Beijocas no coração de todos!!!
Maria Helena Trevisan

5 de dezembro de 2007 16:16  
Anonymous Anônimo disse...

Ah! A caricatura também está demais!
Beijocas!
Maria Helena!

5 de dezembro de 2007 16:20  
Blogger Jorge Lemos disse...

Amigos:
Faz tempo, mas eu me lembro:
"Eu já fui moço,
ja gozeis a mocidade,
tudo que fazia
me dá saudade"

Walmir: Putz, está sende muito...

Príncipe: A inclusão é pelo respeito que me proporcionou
que o coloca em meio a todos os
demais, no tempo!

Fala de picardia? Ardia sim. Como ardia a juventude exploradora de vida!

ANA
A homenagem prestada, a manifestação de apreço e carinho,
fez-me voltar no tempo da busca da esperança...

ANNE
Vem aí, com toda amatreirice o "Salustiano Bocó Ferradura e suas Filhas prenDADAS e Outros"
Também um pouco das história passadas.
BJs

Pindobinha
Te amo do fundinho do coração.

Amtonio
Grato: esperamos ver vc em nobres terras Luzitana muito em bréve.

MARIA hELENA

Pródiga em qualquer dimensão. A familia beija você.

6 de dezembro de 2007 10:22  
Blogger Jorge Lemos disse...

Antonio e não Amtonio.

6 de dezembro de 2007 10:24  
Blogger vittorio disse...

Bela viagem esta, onde se pode sentir a humanidade pulsar em cada bit da tela.
Merecida homenagem ao mestre Jorge Lemos, lição de vida, personagem de Cervantes do séc XXI, uma vida dedicada a humanidade. A sua obra inacabada (pois muito há de vir ainda) não fica restrita as águas do seu rio Doce, elas foram para o oceano e lá banharam com a força de seus textos todas as areias em que aportaram.
Jorge centelha de esperança nesta aridez de ideais em que estamos mergulhados, és ilha dos náufragos desta pátria sem identidade.
Lanço a tua idéia de criar uma revista neste mar de idéias e de tantos ideais, esperando encontrar marinheiros para conduzir esta nave aos cais mais remotos da alma humana.

6 de dezembro de 2007 11:05  
Blogger É! disse...

Uaaaaaau! Mas esta aldeia é muito cheia de galãs!!! E que além de galãs, são dóceis uns com os outros! Os meninos de hoje deviam passar mais por aqui e aprender um pouco disso...

13 de dezembro de 2007 17:43  


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

28 Comentários:

LINK => VOLTAR À PÁGINA PRINCIPAL