(Mário Quintana)

Google Custom Search



quinta-feira, 3 de abril de 2008

Vazio

© Walmir Lima



















............................Vazio

........A vida às vezes cansa a gente
..............Aperta no peito diferente
.......Não repousa na terra a semente
...Nem respira como planta crescente
..............Resseca ressaca ressente
.....Não brilha o cristal raro pendente
.........Ofusca e a vida é tão somente
...Muitas vezes porção do ser ausente
.........E ficamos sozinhos novamente
Desejando querendo um beijo ardente
.....A carícia o afago o abraço quente
....O alfinete um suspiro e de repente
.Um banquete de tarefas vem à mente
.........E tudo nos volta simplesmente
.........À rotina realidade do presente



(Imagem: Parque da Cidade - Tatiana Rosa / Walmir Lima)

Marcadores:


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

42 Comentários:

Blogger Anne M. Moor disse...

vontade e sentimentos
tem lá meandros estranhos
incompreendidos em vezes repetidas...

Passa o tempo
solidão explode
amarras criadas
tiram o ar...

Viver é abrir-se
sem medos e preconceitos
ato possível, mas
permitir-se essencial...

Beijos ternurentos

3 de abril de 2008 07:45  
Blogger ANA disse...

"E ficamos sozinhos novamente
Desejando querendo um beijo ardente
A carícia o afago abraço quente
O alfinete um suspiro e de repente..."
Pues para eso estoy yo aquí, querido Walmir, para darte ese beso ardentemente virtual, esa caricia y ese abrazo que necesitamos todos.

Que ese vacío se llene pronto de la alegría y esperanza que son tus constantes vitales.
Un beso ternurento como dice Anne,
ana.

3 de abril de 2008 17:56  
Blogger Flavio Ferrari disse...

Como dizia minha avó, antes só do que mal acompanhado ...

3 de abril de 2008 22:56  
Blogger Ti disse...

Walmir,

Não deixe a mente dominar seu sentimentos... Suas vontades...

Beijos

3 de abril de 2008 23:38  
Blogger Ernesto Dias Jr. disse...

A beleza da vida
esconde-se às vezes
na rotina...

4 de abril de 2008 02:31  
Blogger A.Tapadinhas disse...

Estou de acordo com o que disse Ernesto. Já dei por mim a pensar em tantos problemas que só a rotina deu para manter a minha sanidade mental. Precisamos respirar para viver, mas para respirar não é preciso pensar... Respire fundo, e goze a vida!
Abraço.
António

PS. Pintar sem pensar não dá!

4 de abril de 2008 07:18  
Blogger Jorge Lemos disse...

Um banquete de tarefas
vem a mente?
Chute o balde,
vá em frente.

4 de abril de 2008 18:55  
Blogger Angela disse...

Pleno

Do presente
Simplesmente
Vem à mente
De repente
O abraço quente
Beijo ardente
Novamente
Sente

5 de abril de 2008 19:01  
Blogger Flavio Ferrari disse...

O sentimento de solidão independe de estarmos acompanhados.
Companhia distrai, alegra, desperta o desejo de viver.
No sentimento de que falta alguém, esse alguém que falta somos nós.
Não existe melhor momento para curar a solidão do que quando estamos sós.

5 de abril de 2008 21:45  
Blogger Walmir Lima disse...

Anne,
...Vontade e sentimentos
tem lá meandros estranhos
incompreendidos em vezes repetidas...

Entender a natureza humana...
Não me atrevo
Nem me conheço
Penso que me entendo
E só.

5 de abril de 2008 21:52  
Blogger Walmir Lima disse...

Ana
Lo recibo y lo siento con el corazón, que es el más poderoso ordenador de las cosas virtuales como son los sentimientos. Estéis donde estéis, lo siento.
Un beso

5 de abril de 2008 22:01  
Blogger Walmir Lima disse...

Flávio, amigo,
Esta máxima é verdadeira, mas, como eu disse ao Carlitos, lá no Prozac, a melhor vida para ser vivida é a vida que se pode compartir.
Sabe bem, como você, quem é feliz.

5 de abril de 2008 22:04  
Blogger Walmir Lima disse...

Ti, querida,
Creia, tá sobrando vontade...

5 de abril de 2008 22:05  
Blogger Walmir Lima disse...

Ernesto,
Algumas rotinas são mais hábeis na arte de esconder...

5 de abril de 2008 22:07  
Blogger Walmir Lima disse...

Meu caro António,
Entendi a equação. É mesmo matemático:
Pensar + respirar + pintar = gozar a vida.

5 de abril de 2008 22:11  
Blogger Walmir Lima disse...

Jorge,
Nesse banquete quem chuta o balde é a vaca.

5 de abril de 2008 22:13  
Blogger Walmir Lima disse...

Angela, minha querida,
Que bom vê-la compondo, doando
E se doando
Versos e sentimentos
Que a poucos pertencem.

5 de abril de 2008 22:16  
Blogger Anne M. Moor disse...

Walmir: Escrever-me por aqui tem ajudado a me entender... 2007 foi um ano de descobertas e surpresas qto a isso - boas e ruins - mas descobertas interessantes...
"Writing for fun is part of being free" qdo dei esse título ao curso não sabia o quanto era verdade...
Beijos escrivinhantes :-)

6 de abril de 2008 10:09  
Blogger Aline disse...

Bem, o que eu poderia dizer. Que vc é D+, que tenho muito a te agradecer pela ajuda, que meu banco estaria vázio agora se vc não me ajudasse no blog, que vc é mais que um grande amigo, é um irmão.
Te adoro, obrigada por tudo.
Beijokas enormes sempre no seu coração

6 de abril de 2008 19:01  
Blogger Walmir Lima disse...

Sem dúvida, Anne. Para muitos, os Blogs tem sido um fluir pelos meandros dos nossos sentimentos cheios de boas descobertas.

6 de abril de 2008 21:37  
Blogger Walmir Lima disse...

Aline, foi uma alegria ver nascer seu Blog, o "Psiquê" (npsic.blogspot.com).
Estou certo de que já nasceu como um veículo sério para a construtiva evolução mútua no caminho do auto-conhecimento.

6 de abril de 2008 21:45  
Anonymous Anônimo disse...

Querido Walmir,

Esse sentimento de vazio nos faz alerta para um encontro com nosso íntimo e daí... crescermos mais como pessoa.
Dói, mas faz parte do viver: nem sempre estamos com alguém...e nem sempre estamos com a gente mesmo...
Beijocas no coração,
Maria Helena

6 de abril de 2008 23:27  
Blogger Walmir Lima disse...

Maria Helena,
Teu sentimento aflora.
Só um coração de quem sente, sabe...

7 de abril de 2008 10:55  
Blogger Suzana disse...

Por vezes o Homem está cercado de muitas pessoas e essas So li dão tristezas.
Creio que esta é a definição, ou melhor, explicação morfológica para a palavra.
Sentimo-nos sós quando nos fazem tristes.

7 de abril de 2008 12:17  
Blogger Walmir Lima disse...

É isso Suzana.
Esse é um dos ângulos e um dos que, mesmo sem querer e, às vezes, sem compreensão ou aceitação, tento mostrar.
De novo... só quem sente, sabe, não é minha amiga?
O teu Blog 'Tear' é bem uma expressão do que isso representa.
Bom ter você por aqui. Alegra muito tê-la no O Centauro.
Beijo

7 de abril de 2008 14:22  
Blogger Anne M. Moor disse...

As vezes é questão de não conseguir, nem que inconscientemente, se livrar / esquecer / equacionar o passado. Lá na Ana tem um amigo dela que falou muito e muito bem sobre memórias e nostalgias... É papo para várias garrafas de vinho e lareiras sem fim... :-)

7 de abril de 2008 18:20  
Blogger  disse...

É sempre bom lembrar que um copo vazio está cheio de ar"(G.GIL).
Walmir:
Sempre cheio de amigos e admiradores.
Me incluo.
Beijo de saudade.

8 de abril de 2008 19:06  
Blogger Walmir Lima disse...

Anne,
Negar o passado é negar a própria existência. Como você mesma disse... ' Viver é abrir-se sem medos e preconceitos...' o duro é fazer-se compreender.

8 de abril de 2008 23:43  
Blogger Walmir Lima disse...

Lú,
O meu está transbordando o amor e o carinho de vocês.
Saudades

8 de abril de 2008 23:52  
Blogger Suzana disse...

Se puder dê uma passada no Poética sem Métrica, creio que irá gostar.
bjs

9 de abril de 2008 01:25  
Blogger Anne M. Moor disse...

Walmir,
As vezes me pergunto se a gente se compreende... Tem horas que eu acho que sim e tem outras que o enredo é tamanho que quero me perder in the oblivion of stars, moon and sea!!!
Ultimamente tenho evitado de tentar... :-)
Beijos

9 de abril de 2008 09:05  
Blogger Walmir Lima disse...

Suzana,
Gostei do teu Poética sem Métrica.
Gostei da proposta de postagens em gotas.
Gotas de poesia e sabedoria, como centelhas que despertam sentimentos escondidos debaixo dos tapetes da vida.
O "Sem Métrica" é um recanto gostoso da nossa Blogosfera.
Um beijo.

10 de abril de 2008 00:28  
Blogger Walmir Lima disse...

Anne,
Tenho re-pensado muito minha vida e descoberto uma camada mais profunda do meu interior.
Depois eu conto mais...
Quando você ler um texto meu com a frase acima, você entenderá.

10 de abril de 2008 00:36  
Blogger Gui Ferrari disse...

tudo tem seu lado bom e seu lado ruim. mas isso você já sabe.

minha mãe ia para NY com meu irmão, mas eles brigaram e ela acabou indo sozinha.
disse para ela, antes de ir para NY sozinha; não podemos ficar tristes quando estamos sozinhos. nossos melhores momentos tentem a ser quando estamos com alguém, mas as melhores reflexões sobre a vida e os momentos em que levantamos de um tombo feio são sempre quando estamos sozinhos. e podemos também ter ótimos momentos quando estamos sozinhos, mas a vontade de estar com alguém ofusca as possibilidades de se divertir.

ela não concordou no início, mas quando ela voltou disse que passou a concordar com o que eu disse.

abraço!

10 de abril de 2008 12:32  
Anonymous Maria Helena Trevisan disse...

Walmir querido,

Esse... banco do Parque...esse "Vazio"...trouxe lindas reflexões...a todos aqui presentes. Linda postagem!!!!!
Parabéns!!!
Dá vontade de visitá-la muitas vezes!
Beijocas em seu coração!

11 de abril de 2008 09:19  
Blogger Raquel Neves de Mello disse...

Esse banco dá uma vontade de sentar...
E ficar sem fazer nada...
Olhando para o vazio...
Não sei se é amadurecimento ou preguiça.

11 de abril de 2008 22:51  
Blogger Walmir Lima disse...

Com certeza, Gui.
O comentário que você fez para sua mãe mostra o quanto você já amadureceu, meu amigo.
Você enxergou bem o ponto em que eu quiz tocar.

11 de abril de 2008 23:25  
Blogger Walmir Lima disse...

Maria Helena,
Você conhece bem como que é lindo esse Parque. Cada banco, cada recanto é um lugar para a reflexão.

11 de abril de 2008 23:28  
Blogger Walmir Lima disse...

Raquel,
Me lembrou de dizer porque fiz essa foto com esse ângulo.
Imagine-se sentada nesse banco e não estará olhando a paisagem, mas será como se estivesse olhando para o seu próprio interior.

11 de abril de 2008 23:37  
Blogger Walmir Lima disse...

A gente
diferente
semente
crescente
ressente
pendente
somente
ausente
novamente
ardente
quente
e de repente
vem à mente
simplesmente
presente...
Experimente.

11 de abril de 2008 23:45  
Blogger Érica disse...

QUE LINDO, WALMIR!!
BJÃO, QUERIDO!

21 de abril de 2008 17:13  
Blogger Walmir Lima disse...

Beijão, Érica,
Adorei tua visita.

30 de maio de 2008 01:08  


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

42 Comentários:

LINK => VOLTAR À PÁGINA PRINCIPAL