(Mário Quintana)

Google Custom Search



terça-feira, 18 de novembro de 2008

Rombo no Casco

© Walmir Lima

Rombo no Casco

Atendendo ao comentário da Anne na postagem anterior...

Nunca estive tão 'adoidado' como agora.

A crise financeira mundial trouxe reflexos imediatos na minha área profissional, e, ao invés de correr atrás de fechar negócios, estamos lutando de forma exaustiva e diuturna para manter os contratos já fechados.

Lamentavelmente, em alguns casos sem sucesso.

Nunca vimos tanta gente 'boa' - empresas grandes, gigantes mesmo - tão apalermadas e agindo de forma até incorreta diante das circunstâncias.

E dizem que os reflexos da crise ainda nem começaram.

Estamos tentando 'manter o navio flutuando', apesar do rombo no casco.

Espero ter um pouco de tempo e cabeça para voltar a escrever as coisas que eu gosto, mas prefiro que seja em momento de plena atividade produtiva, mesmo enfrentando o 'mar revolto' de sempre, e não por 'calmaria' na navegação.

Mas, tenho certeza:

Vamos dobrar o Cabo da Boa Esperança e seguir navegando!

Marcadores: ,


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

9 Comentários:

Blogger Estrelinha disse...

Calma Walmir...tudo vai entrar nos eixos!!!

18 de novembro de 2008 13:15  
Blogger Anne M. Moor disse...

Não chora não... Como bem diz a Estrelinha, as coisas acabam se acomodando, mesmo que neste caso possa levar alguns bons anos. Mas não podemos esperar anos pra voltares então de vez em qdo aparece :-)
Abração

18 de novembro de 2008 13:46  
Anonymous Maria Helena Trevisan disse...

Walmir, querido...

Minha antiga e maravilhosa professora Evandira, de Língua Portuguesa dizia quando estávamos com notas decadentes:" Aviso aos navegantes: 'O Barco está Afundando'". Sabíamos que tínhamos que nos desdobrar para que isso não acontecesse.

Assim estás fazendo...mas do temporal , mar revolto, só Deus sabe. Da calmaria na navegação, os homens podem resolver; a ajuda Dele, sempre conta.E muito.
Acredite que "depois do temporal vem a bonança".

Um grande beijo.

19 de novembro de 2008 00:44  
Blogger A.Tapadinhas disse...

A alma do Sagitário está retratada nas tuas palavras! E, já agora, neste texto do Poeta:


...E mais que o mostrengo, que minha alma teme

E roda nas trevas do fim do mundo,

Manda a vontade, que me ata ao leme,

De El-Rei D. João Segundo!

Abraço.
António

21 de novembro de 2008 09:11  
Blogger Ernesto Dias Jr. disse...

Na minha área não está diferente, amigo. Só que em vez de rombo no casco estamos fazendo crash tests...

22 de novembro de 2008 12:22  
Blogger Jorge Lemos disse...

Walmir

Um primo almirante disse-me certa vez: em tempo de mar tempestivo coloque a quilha da embarcação contras as ondas e força nas maquinas: quando há calmaria preocupa-se em ganhar velocidade, poupar tempo, para os dias de mar agitado.
Só tem uma forma de superar: força nas máquinas e vença o tempo.como diz o Antonio: manda a vontade, a que ata ao leme.

25 de novembro de 2008 11:25  
Blogger Flavio Ferrari disse...

O negócio é continuar fazendo churrasco e queimar todo o carvão...

1 de dezembro de 2008 00:09  
Blogger Ti disse...

Walmir,

Junto com as crises, sempre aparecem oportunidades... Mas que elas demoram... a isso demoram!!!

Beijos

1 de dezembro de 2008 22:13  
Blogger Anne M. Moor disse...

Fotos, queremos fotos :-)

Esqueci do teu aniversário!! Soooooooooooooooooorry...

Um abração atrasado

2 de dezembro de 2008 13:04  


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

9 Comentários:

LINK => VOLTAR À PÁGINA PRINCIPAL