(Mário Quintana)

Google Custom Search



sábado, 2 de fevereiro de 2013

A Ilusão da Viagem

© Walmir Lima
A Ilusão da Viagem

Na vida, há dois tipos de viajantes.
Aqueles que olham no mapa,
E aqueles que olham no espelho.
Aqueles que olham no mapa estão partindo.
Aqueles que olham no espelho estão voltando para casa.

Antes dessa viagem, eu olhei no espelho.
Nesse momento, aprendi a não olhar para trás.

Nos cais e nas plataformas
Não se deve olhar para trás.
Porque, se olharmos,
Essa imagem continua viva...
Como uma promessa !!

Como disse Orson Welles:
"Nós nascemos sozinhos, vivemos sozinhos e morremos sozinhos. Somente através do amor e das amizades é que podemos criar a ilusão, durante um momento, de que não estamos sozinhos".

Entendi isso, Mr. Welles, faz tempo...
Tudo...
Tudo, não passou mesmo de
Ilusão !!

.

Marcadores:


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

4 Comentários:

Blogger Walmir Lima disse...

Dois amigos me comentaram hoje cedo que, como todos os meus textos, este está recheado de entrelinhas. Queriam saber qual o estado de espírito” que o norteou.

Nesse contexto, uma querida amiga também fez o seguinte comentário:

“Olá Walmir, como vai? … Li e reli "A Ilusão da Viagem ...". Gostei muito! Parabéns! 
O texto foi tão bem escrito que me passou a impressão de que a "viagem" foi nostálgica ...
Bjs”.

Respondi:

“Esse texto, na verdade, é fruto de uma reflexão decorrente e genérica sobre a grande "viagem da vida", que pode ser muito frustrante - mais um desabafo, diante do meu "cansaço" em relação a todas as experiências vividas.

Definitivamente, preciso de longas férias reais !! Desculpe, quisera estar mais alegre. Estou mesmo muito nostálgico. Acho que é o cansaço de tudo.”

3 de fevereiro de 2013 16:56  
Blogger Anne M. Moor disse...

Walmir,
Me entristece te ver tão 'cansado', e sabes por que?

Vez por outra esse cansaço assola a todos nós. Aprendi (ou acho que aprendi) a não mais ter expectativas (esperança pode). A expectativa não realizada é o que nos derruba. Me parece que muitas vezes, a maioria talvez, essa expectativa é querer que o outro se comporte/seja como nós queremos e isso não existe. Nós podemos mudar nossas expectativas, nossa maneira de ver o mundo, mas nunca a dos outros.

O problema, pra mim, tem sido separar expectativa de esperança, mas acho que estou conseguindo e, com isso, tenho achado paz e passado a enjoy myself, my life and my friends.

Fácil? Como disse em um dos meus poemas, "nem tanto", mas possível. Ou como diria a Ti, aprender a viver o hoje...

Um enorme abraço e beijo
Anne

3 de fevereiro de 2013 20:05  
Blogger Walmir Lima disse...

Querida Anne,

Grato por teu imenso carinho.

Não tenho mais expectativas. Aprendi, duramente, a desistir delas.

O meu cansaço é ver a esperança transformada em expectativa, Messalina dos sentimentos e do entusiasmo dessa já longa viagem.

Bjos,
Walmir

3 de fevereiro de 2013 20:49  
Blogger Jorge Alfredo Gomes Lemos disse...

Sei,
ao olhar-se a o reflexo traz
os bons e maus momentos:
olhar em frente pode estar limitado ao estreito caminhos que percorreremos, montanhas encobrem cenários que se escondem além deles. Talvez possa ocorrer sacrifícios e algumas frustrações ao se atingir o outro lado. Sempre vale a pena, pela curiosidade, conrteuir o seu cenário.
Entendi o seu recado. Falaremos.

4 de fevereiro de 2013 12:46  


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

4 Comentários:

LINK => VOLTAR À PÁGINA PRINCIPAL