(Mário Quintana)

Google Custom Search



sábado, 8 de dezembro de 2007

O Futuro é Hoje, ou Nunca!

© Walmir Lima
Walmir Lima
Fairfield, Connecticut - USA, 1994

Ontem foi mais um daqueles dias em que você se sente feliz pela eternidade, durante a eternidade que um bom momento encerra.

Um delicioso conversar, bate-papo, cervejinha com amigos sinceros... Amigos.

Foi o que aconteceu ontem, de improviso, comigo, a Lú e o Ernesto.

Papo gostoso em que se falou de "a" a "z", dos Blogs, da turma, da vida, de filosofia de Luc Ferry e seu maravilhoso livro "Aprender a Viver" que a Lú e eu, coincidentemente, estamos lendo, e sobre o qual vou postar brevemente.

Como não poderia deixar de ser, falamos também de cinema. Falei do último filme que assisti, o "Os Maiorais", estrelado pelo Jeff Bridges, que recomendo como uma deliciosa e leve distração, como devem ser as boas comédias. Aliás, contei a eles o filme inteiro, pela delícia de ver suas expressões alegres acompanhando minha narrativa. Estavam gostando...

Fui pra casa e não dormi de tanto café que tomamos para esticar, e esticar o papo. Não tinhamos vontade de ir embora.

E, assim, pra variar, fiquei, madrugada a fora, pensado na vida e no que dissemos, sobre o passado e sobre o futuro... sobre a vida, sobre temas como 'ego estruturado', etc. e etc., como bons e adoráveis filósofos de botequim... Genial!... Geniais!

Lembrei das lembranças que o amigo Théo vive e já me inspirando, como a última sobre uma frase de Fernando Pessoa, em que diz:

"O tempo que eu hei sonhado
Quantos anos foi de vida!
Ah, quanto do meu passado
Foi só a vida mentida
De um futuro imaginado"

E, folheando meus álbuns de fotos, encontrei a da ilustração, de uma época em que eu era feliz, era diferente, do período em que era tão relaxado, tranquilo, despreocupado, que até ousei deixar crescer, pela única vez, o bigode e o cavalhaque.

De absurdo, só mesmo o bigode e o cavalhaque. Eu estava bem, me sentia amado e pensava no futuro como algo promissor, feliz.

Mas, mesmo aos trancos
Mesmo aos prantos,
Aos barrancos.
Mesmo com todos os "brancos'
nos Bancos...
Hay que seguir viviendo...
Sí, seré feliz, aún!
(Walmir Lima)

Marcadores: ,


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

13 Comentários:

Blogger Anne M. Moor disse...

Inveja, invejinha (da boa) desse papo gostoso que contas aqui. Adorei a foto "de outro tempo"... :-)
A vida vai
a vida vem
os sonhos ficam!
Beijão

8 de dezembro de 2007 13:30  
Blogger  disse...

Walmir:
KA-RA-CA! Que GA-TO!!!!!!
Vc é que é um grande papo, envolvente,inteligente e sensivel.
Nós tb adoramos.Né Ernesto?

8 de dezembro de 2007 14:33  
Blogger  disse...

Walmir,
E as estórias da praça de São Vicente,do beco no RJ,do sorvete de uva passa e assemelhados?
Vc esqueceu??????!!!!!
CALMA WALMIR! É brincadeirinha....
BJ.

8 de dezembro de 2007 14:42  
Blogger ANA disse...

Wlamir,
querer entenderlo todo de tu texto es como intentar beberme el océano, imposibleeeeeeee
Walmir, hay una cosa que si he entendido:
..."Há que seguir vivendo...Se, ainda serei feliz!"...
pero porque lo pusiste en español.
Bueno, es un pequeño trago de mar,
Seguro que aún serás feliz.

beso,
ana

8 de dezembro de 2007 16:13  
Blogger Udi disse...

Também queria estar nesse café...
Não vai ter outro?

Walmir: se te consola não sei ...mas, assim como você, meu momento ainda é apenas de certeza que a felicidade virá.

Lindo texto de coração aberto.

9 de dezembro de 2007 18:03  
Anonymous Anônimo disse...

Walmir,
´
Vivemos de momentos felizes...e esses, com certeza vc sempre os têm!
Sinto-me assim e ...que com vc também sucede-se. Parece... assim. Curta-os intensamente...e seja mais feliz ainda!
Beijokas em seu coração.

Maria Helena.

10 de dezembro de 2007 01:54  
Blogger Anne M. Moor disse...

Hoje é o 2º dia do meu futuro... o que me deixa enxergando a vida de uma maneira diferente...

11 de dezembro de 2007 19:19  
Blogger Lucas Ninno disse...

Olá Walmir!!

Ontem eu estava papeando com uma amiga no msn, e ela colou um texto de um blog q ela achou muito bom...aí eu pensei: "po, eu já li esse texto" aí lembrei...era aquele sobre a foto do seu netinho antonio no celular!

Ela entrou no meu blog e foi navegando nos links e gostou do teu!

Viu!? tá conseguindo outros fãs!

Abraço!

12 de dezembro de 2007 17:01  
Blogger Jorge Lemos disse...

O bigode e o cavanhaque deram-lhe um circuspecto ar de cavalheiro
do século retrasado. O Chapéu, então, lembrou-me os vatadores de noticias no velho oeste.
Quanto a alegria: Viva a alegria!

12 de dezembro de 2007 20:38  
Blogger É! disse...

eeeeeei! tardo mas não falho!
uau! Adorei o modelito retrô, Walmir!!
Sobre o texto... É possível vê-lo falando de tão sensível... Impressionante.
Às vezes escrevo textos tristes achando que tudo bem... Mas não gosto de ler os textos tristes dos meus amigos, pois gostaria que isso nunca acontecesse com eles...
Uma palavra para você, que citei ontem: BELIEVE!
Grande beijo!

13 de dezembro de 2007 17:35  
Blogger Angela disse...

"Compositor de destinos
Tambor de todos os ritmos
Tempo tempo tempo tempo"

E viver não é acreditar?
Lindo texto e foto!

14 de dezembro de 2007 02:09  
Blogger Flavio Ferrari disse...

Caro D'Artagnan ... um por todos e todos por um ...

14 de dezembro de 2007 02:40  
Blogger Walmir Lima disse...

Fiquei mesmo com a cara do D'Artagnan.
Mas, o mais gozado é que, se eu dissesse que a foto era de meu filho Thiago (que vive deixando a barba crescer), todo mundo acreditaria. É cara de um...

11 de fevereiro de 2008 02:19  


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

13 Comentários:

LINK => VOLTAR À PÁGINA PRINCIPAL