(Mário Quintana)

Google Custom Search



quarta-feira, 23 de março de 2011

Traço de União

© Walmir Lima
Cora Coralina
A mulher, um exemplo e seu legado à cultura

Traço de União

Irmanados na poesia
Nos encontramos,
Quem vem vindo,
Quem vai indo,
Na roda-viva da vida.
Girando, se esbaldando,
No encalço de uma rima
Fugidia.

Pegar no laço do pensamento
A rima feliz e plantar com amor
Na divisa extrema do verso,
A chamada rima de ouro
Que tem forma de chave de ouro.
E dizer que há poetas consagrados
Que têm delas um chaveiro!

Com os dedos pegamos a luz.
Começou o seu tempo,
Meu tempo se acaba.
O esplendor de uma aurora,
O poente que se apaga.

Fui na vida o que estás agora,
Tu serás o que sou.
Nosso traço de união:
És o passado dos velhos,
Eu, o futuro dos moços.
.

Marcadores:


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

5 Comentários:

Blogger Anne M. Moor disse...

Walmir

Que poema lindo que trouxeste pra nós. Cora Coralina é linda - este poema eu não conhecia. Thanks for sharing.

beijos
Anne

26 de março de 2011 20:25  
Anonymous Jorge Lemos disse...

Vai ela assim
distribuindo louros
aos que vagueiam
em busca de versos d´ouros

Como Cora
Vou também.
como Anna, Walmir,
Dizendo Amém...Amém... Amém.


Qbraços

JLemos

29 de março de 2011 09:28  
Blogger ana disse...

La búsqueda de la rima perfecta,
en la vida, cuando se va terminando;
nadie tiene la llave, pero todos abriremos la misma puerta, la última puerta y después de atravesarla, todo será pura poesía.

Un beso "gauche" querido Walmir,
ana

30 de março de 2011 02:59  
Anonymous carlos disse...

gracias walmir por tanta belleza un abrazo y te espero para cpmpartir un buen cafe carlos.

7 de agosto de 2011 01:10  
Anonymous carlos disse...

mi dia mudo despues de leer lo que escribiste para tu padre , cada dia que pasa es mas importante para mi haberte conocido un abrazo walmir y obrigado.

9 de setembro de 2011 10:15  


LINK => CLIQUE AQUI PARA FAZER SEU COMENTÁRIO

5 Comentários:

LINK => VOLTAR À PÁGINA PRINCIPAL