(Mário Quintana)

Google Custom Search



segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Quantas Vezes

© Walmir Lima
Quantas vezes

E a gente insiste.

Insiste em prosseguir, em acreditar,

Em transformar, em dividir,

Em estar, em ser.

E Deus insiste em nos abençoar, em nos mostrar o Caminho;

Aquele mais difícil, mais complicado, mais bonito.

Quantas vezes falamos sem sermos notados.

Quantas vezes lutamos por uma causa perdida.

Quantas vezes voltamos para casa com a sensação de derrota.

Quantas vezes aquela lágrima teima em cair,

Justamente na hora em que precisamos parecer fortes.

Quantas vezes pedimos à Deus um pouco de força, um pouco de luz.

E a resposta vem, seja lá como for:

Um sorriso, Um olhar cúmplice,

Um cartãozinho, um bilhete, um gesto de amor.

E a gente insiste.

Insiste em prosseguir, em acreditar,

Em transformar, em dividir,

Em estar, em ser.

E Deus insiste em nos abençoar, em nos mostrar o Caminho.

Aquele mais difícil, mais complicado, mais bonito.

E a gente insiste em seguir,

por que tem uma missão.....


Ser Feliz!



(Colaboração: Maria da Graça e Anne / "Angústia", óleo de David Alfaro Siqueiros)

Marcadores:


Links para esta postagem

domingo, 28 de outubro de 2007

A Invasão de Bloguenígenas

© Walmir Lima
EXTRA! EXTRA!

Neste Sábado, dia 27 de Outubro, houve uma agradável invasão de Bloguenígenas em Louveira-SP, mais precisamente no Solar dos queridos Jorge e Stefania Lemos.

O astral do lugar, como sempre, esteve maravilhoso. O clima foi de enorme alegria, com muito churrasco, cervejinha bem gelada, sobremesas especiais preparadas, com esmero e competência, por Stefania e Anne, e muita... muita... muita cultura literária - e da boa, que ninguém é de ferro!
Vejam as fotos:

Da esquerda para a direita: Ti, Anne, Ernesto, Stefania, Flávio e Georginho
Agachado: Walmir







Jorge, Anne e Stefania












Georginho, Anne e Walmir












'Marco Antonio' e 'Cleópatra' também estiveram presentes
(Jorge Lemos e Ti)










Ernesto e Anne


















Flávio e Amélia (Ti): A intensa capacidade de sentir felicidade.


Quem não foi, perdeu!

Marcadores: ,


Links para esta postagem

sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Oi, Vô!

© Walmir Lima
Antonio

Hoje, Dia das Crianças, meu netinho Antonio faz 3 anos.

Dá pra imaginar a alegria que venho sentindo o dia todo.

Ver seu rostinho feliz junto à família, aos amigos e amiguinhos, o sorriso lindo de felicidade a cada presente: a guitarra, a bola, os carrinhos, o livro que lhe dei – o primeiro - e tudo o mais.

Mas o momento mágico, para mim, aconteceu quase por acaso, quando, eu, olhando pelo visor da câmara do celular, apertei o disparador e me deparo, naquele exato momento, com seu rostinho sapeca, aparecendo, como que a descortinar uma janela, e disse:...Oi, Vô!

Foi um daqueles momentos em que Deus, Sábio Criador, diz pra gente:

Vive!... Viver vale a pena!

Marcadores: ,


Links para esta postagem

domingo, 7 de outubro de 2007

Diálogo com Rilke

© Walmir Lima
Rainer Maria Rilke (1875-1926)

Essa noite sonhei com Rilke - O poeta permanente do nosso tempo.
Na minha opinião, Rainer Maria Rilke é o maior poeta de língua alemã do Século XX, e revela, com suas certeiras abordagens sobre a criação artística, a necessidade de escrever, Deus, o sexo e o relacionamento entre os homens, o valor nulo da crítica e a solidão inelutável do ser humano, opiniões e aspectos nos quais, em muito, convergimos.
Como num diálogo absurdo, por imaginário, sonhei que conversávamos. Me pareceu que fora uma visão, e não um sonho.
Justo ele (e talvez por isso) a quem tenho como um dos personagens da cultura literária com os quais mais me identifico, com quem mais tenho pontos em comum e semelhanças.
Claro que não no talento, óbvio, mas em alguns aspectos de sua própria vida: a personalidade, experiências, conflitos emocionais, os traumas que o marcaram para toda a vida, relacionamentos amorosos, más escolhas afetivas, pressentimentos, contradições e angústias.
Talvez por isso me pareceu tão real, tão claro, quando ele, como que a reproduzir uma de suas conhecidas invocações, e a refletir meu momento de vida, minhas aflições, minhas incertezas, meu eterno tormento, finalmente me disse:

“Não fosse assim, seria essa estátua uma mera
Pedra, um desfigurado mármore, e nem já
Resplandecera mais como pele de fera.
Seus limites não transporia desmedida
Como estrela: Pois ali ponto não há
Que não te mire. Força é mudares de vida.”


("Rainer Maria Rilke", óleo de Knud Odde - 1997)

Marcadores: ,


Links para esta postagem

sábado, 6 de outubro de 2007

Saudades de Mim

© Walmir Lima
Clique no título abaixo e veja no Prozac Café :
(de Walmir Lima)

Marcadores: ,


Links para esta postagem